O que é teste de impairment? Entenda aqui e saiba como fazer!

O que é teste de impairment? Entenda aqui e saiba como fazer!

O que é teste de impairment? Entenda aqui e saiba como fazer!

Você sabe o que é teste de impairment? Sabe suas principais finalidades e objetivos? Se ainda não, não há mais com o que se preocupar, pois, com este post, esclareceremos as principais dúvidas a respeito deste tema.

Ao tratarmos de gestão patrimonial, é muito importante entender o que é e como fazer um teste de impairment. Ao desenvolver maior controle  de bens ativos e passivos, o teste proporciona maior controle sob as próprias finanças empresariais. Confira!

O que é teste de impairment?

Para compreendermos, de fato, sobre o que é o teste de impairment, precisamos saber que este teste está diretamente relacionado com as atividades contábeis de uma organização. 

Isso porque, dentre suas funções, está associado à forma de condução de sua gestão patrimonial, fazendo com que sejam conhecidos os valores reais, tanto de seus ativos quanto de seus passivos.

Sua importância se dá pelo fato de ser o responsável por avaliar se indicadores como os ativos de uma empresa estão dentro de um cenário de prosperidade ou de derrocada.

Como fazer o teste de impairment

Para ser realizado, o teste de impairment considera duas grandes frentes de atuação, sendo essas: valor justo líquido de despesa de venda, e valor em uso.

Na primeira situação, resulta da operação existente entre a avaliação do presente ativo subtraída a importância total das despesas de uma futura venda de seus bens.

Por sua vez, no segundo caso, leva-se em consideração o fato de que existe uma projeção de registro de movimentação de recursos financeiros. Esse registro pode ser tanto de entrada quanto de saída, por um período contábil igual a cinco anos.

O teste impairment estará, portanto, sempre se preocupando em trazer este valor resultante destas operações financeiras para o valor presente.

Quais empresas precisam fazer o teste

Por força de Lei, são obrigadas a realizar o teste de impairment as organizações que, porventura, obtiverem no exercício/ano anterior um ativo superior ao valor de R$ 240.000.000,00 ou receita bruta anual superior ao valor total de R$300.000.000,00.

Da mesma forma, além dos requisitos relacionados à valores, precisam fazer este teste de recuperabilidade as empresas que apresentarem, dentre outras, as seguintes condições:

  • Obsolescência, reestruturação ou venda parcial de seus ativos;
  • Não cumprimento de metas pré-determinadas, a fim de destacar o valor recuperável da perda da diferença entre estes valores;
  • Houver a constatação de depreciação em ritmo acelerado de seus bens.

Determine o valor recuperável

Pensando na melhor maneira de se ter em mãos o valor recuperável de um determinado bem, podemos considerar a seguinte operação:

Impairment= valores recuperáveis – valores contábeis

Sendo que, para se chegar ao valor recuperável, temos que retirar, do valor total de um bem, o valor de sua depreciação acumulada. Por sua vez, para se chegar ao resultado do valor contábil do mesmo bem, precisamos levar em consideração o valor deste patrimônio.

Teste de impairment: importância das ferramentas de controle

Como vimos, o teste de impairment é um importante meio de se administrar os bens de uma organização. Entretanto, para que se tenha êxito nesta tarefa, é preciso contar com o suporte de algumas ferramentas de gestão. 

Essas ferramentas, por sua vez, podem ser placas de identificação e softwares, a fim de ter controlados tanto a quantidade quanto o valor de seus ativos.

Aqui, na 3TEC, você tem à sua disposição uma linha completa de produtos de qualidade para esta e outras finalidades. Tudo isso, sempre com a qualidade e compromisso com nossos clientes, que são os diferenciais de nossa empresa.

Entre em contato conosco, retire suas possíveis dúvidas sobre outros temas, e solicite o seu orçamento. Estamos prontos para atender às suas necessidades da melhor maneira possível!