Código de Barras para o Controle Patrimonial

Há muito se sabe do uso e dos benefícios do Código de Barras em diversos segmentos da economia, facilitando, dinamizando e agilizando processos.

Com o passar do tempo o Código de Barras chegou também ao setor patrimonial das empresas, através das placas de patrimônio que são fixadas nos bens como máquinas, utensílios e equipamentos em geral. Assim, já na década de 90, as empresas começaram a receber as placas de patrimônio com código de barras.

O código de barras é a representação numérica ou alfanumérica de cada bem que foi cadastrado na contabilidade. Com as placas de patrimônio com código de barras permiti-se fazer a contagem dos bens patrimoniais com maior rapidez usando um leitor óptico que lê o código de barras e armazena os dados na memória, em seguida os dados são transferidos para o sistema de gestão patrimonial da empresa. As normas ISO 9000, para as empresas privadas e o Tribunal de Contas da União para os órgãos governamentais, ambos recomendam que as placas ou etiquetas para patrimônio estejam com o código de barras.